As cidades mais seguras do mundo

Continente asiático domina o pódio do ranking de levantamento britânico

No Brasil, a sensação de insegurança parece perdurar por todo o país. Por causa da imensa desigualdade social, ainda estamos longe de ocupar os primeiros lugares do ranking The Safest Cities Index, promovido pela revista britânica The Economist todos os anos.

 

O levantamento aponta as cidades mais seguras do mundo. Em 2017, o primeiro lugar do ranking ficou com Tóquio. A capital do Japão ficou com a melhor nota geral média em segurança digital, segurança de saúde, segurança de infraestrutura e segurança pessoal.

 

Cada item avaliado contou de 3 a 12 subindicadores diferentes. O pódio da lista, formado por país asiáticos é o mesmo do levantamento feito em 2016. A cidade de Karachi (60º), no Paquistão, foi a pior colocada do levantamento, com 38,77 de nota.

 

Ao todo, 60 cidades foram avaliadas. Apenas Rio de Janeiro (37º, nota 66,54) e São Paulo (38º, 66,30) apareceram no ranking. Na 29ª colocação, Buenos Aires, a capital da Argentina, foi a única cidade da América Latina a aparecer no top 30.

 

1 Tóquio
País: Japão
Nota: 89,80

 

2 Cingapura
País: Cingapura
Nota: 89,64

 

3 Osaka
País: Japão
Nota: 88,87

 

4 Toronto
País: Canadá
Nota: 87,36

 

5 Melbourne
Pais: Austrália
Nota: 87,30

 

6 Amsterdã
País: Holanda
Nota: 87,26

 

7 Sydney
País: Austrália
Nota: 86,74

 

8 Estocolmo
País: Suécia
Nota: 86,72

 

9 Hong Kong
País: Hong Kong – Território da China
Nota: 86,22

 

10 Zurique
País: Suíça
Nota: 85,20

 

11 Frankfurt
País: Alemanha
Nota: 84,56

 

12 Madrid
País: Espanha
Nota: 83,88

 

13 Barcelona
País: Espanha
Nota: 83,71

 

14 Seul
País: Coreia do Sul
Nota: 83,61

 

15 São Francisco
País: Estados Unidos
Nota: 83,55

 

16 Wellington
País: Nova Zelândia
Nota: 83,18

 

17 Bruxelas
País: Bélgica
Nota: 83,01

 

18 Los Angeles
País: Estados Unidos
Nota: 82,26

 

19 Chicago
País: Estados Unidos
Nota: 82,21

 

20 Londres
País: Inglaterra/Reino Unido
Nota: 82,10