Breve descanso já reduz os benefícios da atividade física para o cérebro

Antes de ficar no sofá e fugir do treino, é bom pensar não só no seu bíceps, mas principalmente no seu cérebro, atesta pesquisa

Um novo estudo diz que alguns dos benefícios da atividade física para a saúde do seu cérebro podem desaparecer se você parar de se mexer, mesmo que só por pouco mais de uma semana.

 

De acordo com diversas pesquisas, a prática regular de exercícios melhora sua memória e suas capacidades cognitivas. Segundo os cientistas, isso acontece porque a atividade física aumenta o fluxo sanguíneo para o cérebro, consequentemente melhorando a oxigenação das células cerebrais. Esse benefício não ocorre somente durante a atividade, mas também ao longo do dia.

 

Agora, um novo levantamento, realizado por pesquisadores da Universidade de Maryland, mostra que a circulação sanguínea no cérebro diminui se você ficar dez dias sem se exercitar, mesmo que você seja um frequentador assíduo da academia.

 

Eles pegaram um grupo de pessoas ativas com idades entre 50 a 80 anos, e pediram para eles ficarem sem se exercitar. Antes, eles realizaram ressonâncias magnéticas nos voluntários, e também fizeram testes cognitivos. Depois de dez dias de sedentarismo, os exames foram refeitos, mostrando mudanças significativas na circulação de sangue no cérebro. Entretanto, os voluntários não pioraram tanto assim nos seus testes cognitivos.
 
Os cientistas acreditam que os benefícios voltaram assim que os voluntários retomaram seus treinos. Além disso, eles não sabem se a redução na circulação seria a mesma em pessoas que fazem exercícios moderadamente. De qualquer maneira, antes de ficar no sofá e fugir do treino, é bom pensar não só no seu bíceps, mas principalmente no seu cérebro.