Cartier Haute Joaillerie: saiba como é a exibição de luxo da grife

Grife cria experiência de imersão no Atelier Cartier em sua mansão em Nova York

A Cartier Haute Joaillerie se propôs a ser uma experiência de imersão no Atelier Cartier, onde o público pôde ver de perto peças vintage e icônicas da marca bem como pode acompanhar o processo de artístico e de desenvolvimento de cada peça.

 

A exposição fica espalhada pelas diferentes salas da Mansão Cartier, na 5a Avenida, em Nova York, que fora recentemente reaberta ao público após um longo período de reforma. Esta é a primeira vez em que uma grande coleção de joias vintage são expostas para o público americano. O último andar da loja foi totalmente adaptado para receber a exibição, fazendo assim um mini-atelier de criação e de produção de joias, no qual os joalheiros trabalham em frente ao público trabalhando em todos os detalhes.

 

 

O atelier exposto conta com joalheiros que estão há mais de 20 anos na indústria. O grupo, acompanhado de uma equipe de apoio, esteve disponível para tirar dúvidas do público sobre o processo de cada peça. Os interessados puderam ver como uma joia vai do seu desenho e molde até o momento que é confeccionada. As menores peças, como anéis, levam em média duzentas horas para serem finalizadas.

 

 

Acompanhar este processo processo Cartier de perto é uma experiência bastante interessante para qualquer amante de joias e do mercado de luxo. Muito mais do que o valor do ouro e das pedras usadas, que geralmente são da mais alta qualidade, é o tempo e a atenção ao detalhe que são de fato o grande diferencial da marca. Só resta torcer para que a grife retome a Cartier Haute Joaillerie no futuro!