Cinco exposições imperdíveis em Nova York para a temporada de férias

Dos Rolling Stones a clássico de Charles Dickens, da alta costura ao cinema imersivo: veja o que NY tem a oferecer na temporada de inverno

Durante o inverno nova-iorquino, quando a temperatura dificulta as caminhadas nas ruas ou os passeios nos parques, uma boa opção para os visitantes de férias e os locais é conferir as exposições da cidade. Nessa época, os museus preparam diversas exibições especiais para entreter turistas e moradores na época mais movimentada do ano na cidade.

 

Veja as cinco imperdíveis que você tem que conferir para a temporada de fim de ano em NY:

 

Rollingstones: Exhibitionism
rolling-stones

Sem dúvida uma das melhores exposições do ano. A exibição teve sua temporada inaugural em Londres e recentemente chegou a NY. É extremamente interativa e faz uma retrospectiva da carreira e da vida dos Rolling Stones. O público passa desde a replica do apartamento onde a banda morava em início de carreira até uma sala cheia de guitarras e instrumentos realmente utilizados
por eles. Além disso, a mostra mostra como funciona todo o processo de gravação dos maiores sucessos até chegar aos ouvidos do público.

 

Vai até: 12 de março
Para quem: público geral de todas as idades, principalmente para os fãs de música

 

Masterworks: Unpacking Fashion (Costume Institute/ Met Museum)
img_7215

Apesar de ser menor que a exposição de verão, famosa principalmente pela sua festa de abertura, o concorrido Met Gala, esta edição especial de inverno traz um pouco dos bastidores do Metropolitan Museum Costume Institute, que se despede do curador Harold Koda. A exibição mostra as mudanças do instituto através de uma narrativa cronológica, partindo das tendências, peças de roupas e acessórios do início do século VXIII e chegando até os dias de hoje, trazendo aos olhos do público as mais diferentes aquisições do departamento de moda. O principal objetivo da mostra é retratar a mudança de missão do Costume Institute, que inicialmente tinha como papel registrar a história de roupas e acessórios e hoje busca coletar peças que são verdadeiras obras-primas, contemplando artistas icônicos do mundo fashion como Karl Lagerfeld, Gabrielle “Coco” Chanel, Christian Dior, Alexander McQueen, Tom Ford, Jean Paul Gaultier, John Galliano, Philip Treacy e Gianni Versace.

 

Vai até: 05 de fevereiro
Para quem: apaixonados e curiosos sobre moda e o universo fashion 

 

Árvore de Natal do Met
img_7230

Aproveitando o gancho, também vale à pena conferir a árvore de Natal do Metropolitan Museum of Art. Uma das decorações mais fascinantes e famosas da cidade, a obra incluí esculturas de 19 querubins, 59 anjos e outras 71 representando cenas tradicionais de Nápoles no século XVIII, bem como cenas de Natal, como o presépio e os três reis magos. Diariamente, há uma cerimonia de iluminação da árvore às 16h30, com duas exibições extras às sextas e sábados às 17h30 e às 18h30.

 

Vai até: 08 de Janeiro
Para quem: qualquer um que estiver de passagem por NY durante o natal

 

Dreamlands: Cinema Imersivo e Arte 1905-2016 (Museum Whitney)
screen-shot-2016-12-13-at-20-20-20
Trata-se também de uma experiência de arte imersiva. A exposição é composta por ambientes 3D, instalações, desenhos, performance e pinturas. A organização fica a cargo de Chrissie Iles, Anne e Joel Ehrenkranz, que tiveram como objetivo criar uma nova experiência a partir da arte de imagem móvel e cinematográfica (moving image). Os artistas desmontam, desestruturam e testam diferentes convenções de cinema, incluindo a tela, o projetor e até o escuro da sala.

 

Vai até: 05 de fevereiro
Para quem: apaixonados por artes, cinema e entretenimento 

 

Manuscrito de A Christmas Carol, de Charles Dickens (Morgan Library)
dickensleechpml30615_0

Para os amantes de literatura, essa é uma atividade imperdível. Na temporada de festas, o Morgan Library deixa à mostra o manuscrito original do clássico A Christmas Carol, escrito por Charles Dickens. As páginas são datadas de 1843, e passaram por vários donos até ser adquirido por Pierpont Morgan em 1890. Hoje faz parte do museu, ao lado de outros ítens históricos em sua coleção.

 

Vai até: 08 de janeiro
Para quem: amantes da literatura