Envelhecer faz bem: a nova linha de cervejas da Dádiva

Cervejaria convida especialistas em rum, whisky e cachaça para assinar série Odanata 2017

19

Rum, whisky e cachaça… com cerveja? De certa forma, essas são as misturas que prometem dar sabor à linha Odonata 2017, a nova série de rótulos da Dádiva.

 

A cervejaria convidou especialistas dos três destilados para assinar cervejas envelhecidas em barris de cada uma das bebidas. São três versões, todas fundamentadas em cima do estilo Russian Imperial Stout, cada uma com teor alcoólico de 12% e amargor nos 60 IBU.

 

A versão #4, maturada em barricas de carvalho americano com rum, é uma criação de Cesar Andames, especialista dos mercados de tabacos – a cerveja, não por acaso, é blendada com malte defumado em folha de tabaco cubano. Envelhecida em barricas de Single Malt, a #5, por sua vez, é assinada por Maurício Porto, apreciador e colecionador de whiskys.

 

Concluindo a série, a Dádiva convidou Dinah Paula, uma apaixonada por cachaças, para dar toques brasileiros à versão #6, que passa por envelhecimento de 3 meses em barris de carvalho francês antes utilizados pela cachaçaria mineira Quinta das Castanheiras.

 

Todos os rótulos da linha Odanata saem em garrafas de 375 ml rolhadas. A produção numerada é limitada a mil unidades por versão. Corra se quiser beber!