Esse cruzeiro promete transformar completamente sua visão dos oceanos

Nova linha de navios de luxo da francesa Ponant contam com sala de experiência imersiva

BLUE-EYE-EXPLORERS-c-PONANT-JACQUES-ROUGERIE-ARCHITECTE-1024x576

Difícil pensar em uma maneira mais prática – e luxuosa – de cruzar os mares do que estar a bordo de um cruzeiro. Mas os novos navios da companhia francesa Ponant prometem mudar sua visão dos oceanos, que passarão a ser observados de uma forma, digamos, mais completa.
O cruzeiro Le Lapérouse, que tem previsão de estrear em 2018, contará com um lounge multissensorial. O espaço, chamado de Blue Eye, irá promover uma imersão completa dos passageiros com o fundo do mar – a área, inclusive, ficará na parte mais profunda do navio.

 

 

 

 

Por lá, duas escotilhas gigantes no formato de olhos de baleia funcionam para a observação da vida marinha, experiência que será complementada com telões exibindo imagens de três câmeras subaquáticas. A sonoridade da sala fica a cargo da ‘sinfonia marítima’ do lado de fora da embarcação – poltronas e cadeiras, por sua vez, irão transformar esses sons das águas em movimento.

 

BLUE-EYE-2-EXPLORERS-c-PONANT-JACQUES-ROUGERIE-ARCHITECTE-1024x576
O espaço Blue Eye é uma criação do arquiteto Jacques Rougerie, que não poupou esforços em transformar seu interior em um pedaço (futurista, é verdade) do fundo do mar. O Le Lapérouse é o primeiro de quatro cruzeiros da Ponant que irá contar com a área imersiva. A primeira viagem, que sai do Mediterrâneo rumo à Antártida logo em 2018, deve custar de US$ 3 a US$ 9 mil.