Luxo à mesa

Próximo a Limoges, na França, a J.L Coquet produz, em uma fábrica criada no século 19, serviços de mesa em que o grande destaque é a porcelana alvíssima e com brilho único. Peças que são

Próximo a Limoges, na França, a J.L Coquet produz, em uma fábrica criada no século 19, serviços de mesa em que o grande destaque é a porcelana alvíssima e com brilho único. Peças que são bonitas de ver — e ter.

 

França é berço de diferentes manufaturas de porcelanas, que mesclam tradição e inovação em suas criações. Uma das quais é a J.L Coquet. A marca apresenta seis diferentes coleções, com destaques a peças contemporâneas, clássicas, floridas e de motivos exóticos, além de itens icônicos e outros produzidos a partir da customização proposta pelos clientes.

 

O principal ícone é a coleção Hémisphère, verdadeiro best-seller. São pratos, bowls e xícaras que exibem uma forma intemporal, com listras brancas foscas em contraste com a porcelana branca brilhante, ideais tanto para reuniões mais classudas quanto para mais informais.

 

Em Saint-Léonard-de-Noblat, próximo à cidade de Limoges, a J.L Coquet foi fundada em 1963 por Jean Louis Coquet, que arrematara, nos anos 1950, a fábrica montada em 1824. A empresa foi vendida à Lalique, em 1990, e, finalmente, comprada por Christian Le Page e sua holding, FWL, em 2004.

 

A região onde tudo está instalado é um vale verdejante, às margens do rio Vienne. Ali, a companhia tem conhecido desde o início grande sucesso, graças a formas criativas e à brancura brilhante da porcelana que fabrica. Tanto que museus importantes, como o de Artes Decorativas de Paris e o Centro George Pompidou exibiram criações de J.L Coquet, consideradas bons exemplos da produção contemporânea de porcelanas.

 

 

Clique nas imagens para ampliar

 

Graças ao próprio savoir-faire, as peças da marca também se tornaram referência para compor as elegantes mesas de restaurantes de chefs com estrelas Michelin. Além disso, a empresa é membro das principais organizações profissionais francesas, em especial das Entreprises du Patrimoine Vivant, que reúne marcas exclusivas daquele país.

 

Disponível em varejistas de todo o mundo, a J.L Coquet só vende peças inteiramente produzidas e decoradas em Saint-Léonard-de-Noblat. A companhia atinge mais de 50% do volume de negócios nas exportações, sendo uma das empresas da região que mais exportam.

 

Todo o processo de fabrico – moldagem, dimensionamento, fundição, cozedura e decoração tem o trabalho de artesãos qualificados. Os diferentes processos empregam técnicas artesanais transmitidas através de gerações, o que ajuda a estabelecer a reputação da marca.

 

Durante o processo de fabricação, que pode demorar de uma a três semanas, cada peça é examinada individualmente a cada passo. Um detalhe: um estúdio de criação é capaz de atender até mesmo os pedidos mais exigentes e exclusivos de clientes, criando novos desenhos, formas e decorações.

 

Os conhecimentos ancestrais associados à vanguarda de investigação técnica dão origem aos artigos. É um ofício, uma indústria, uma arte. A massa é preparada pela empresa tradicionalmente e uma característica desse processo está na esmaltagem manual. Com a decoração feita a partir de diferentes técnicas, a marca tem a própria oficina de serigrafia, que lhe permite desenvolver decorações bem especiais. Afinal, para atingir a perfeição, é preciso satisfazer muitos critérios de qualidade.

 

Décor por Bob JR | Matéria publicada na edição 95 da Revista Versatille