Madeira de navio de guerra é matéria-prima de amplificador chic da Fender

Fender usa estoque do primeiro navio de guerra americano para criar caixas que chegam a US$ 20 mil

Bons tempos para quem gosta de dar ares luxuosos ao som que escuta – ou toca. A Fender, uma das maiores fabricantes de instrumentos e amplificadores do mundo, resolveu inovar em uma nova linha de amplificadores, cuja matéria-prima é simplesmente a mesma madeira usada para construir o primeiro navio de guerra americano.

 

Fender-Amps-USS-Constitution

 

Em 2011, homens que trabalhavam em um estaleiro em Boston desenterraram um estoque considerável de vigas de carvalho centenárias, usadas na construção e reparos do USS Constitution, barco que foi levantado no fim do século 18 e ainda segue de pé. A Fender comprou parte do estoque e resolveu dar um toque musical (e luxuoso) à madeira histórica.

 

fender-old-ironsides-2-850

 

 

A marca criou dois amplificadores para a linha Old Ironside – apelido pelo qual o USS Constitution é conhecido nos EUA – a partir da descoberta de Boston. As caixas, todas feitas com o carvalho encontrado, ganharam detalhes naúticos, como a alça feita de corda e todos os controles em bronze. Em termos sonoros, tudo é manufaturado pela própria Fender.

 

Fender-Amps-USS-Constitution-3

 

Os amplificadores valvulados, baseados em outros modelos da marca (o ’57 Pro e o ’57 Champ) serão expostos na NAMM, maior feira do mundo de produtos musicais, que começa nesta quinta-feira, na Califórnia. Como os modelos são literalmente únicos, o preço é salgado: o mais em conta sai por US$ 10 mil, enquanto o outro será vendido por US$ 20 mil.