Mariana Villela: A poderosa executiva da Movado Group no Brasil

Com tradição na criação e fabricação de relógios, a tradicional empresa suíça é uma das dez marcas mais reconhecidas e respeitadas no mundo   Aos 38 anos, Mariana Villela já tem uma carreira de fazer inveja

Com tradição na criação e fabricação de relógios, a tradicional empresa suíça é uma das dez marcas mais reconhecidas e respeitadas no mundo

 

Aos 38 anos, Mariana Villela já tem uma carreira de fazer inveja a muitos executivos: ela é country manager, representa no Brasil a Movado Group Inc. (MGI), uma das primeiras empresas fabricantes de relógios do mundo. Sempre atenta ao comportamento e a percepção do consumidor em relação aos produtos, Mariana tem como principal desafio gerar o crescimento, no mercado brasileiro, das marcas de relógios Movado, Tommy Hilfiger, Hugo Boss, Coach, Lacoste, Scuderia Ferrari e Juicy Couture.  A missão não é nada fácil em uma época de crise econômica no país.

 

Tradição é o que não falta para a Movado Group. Fundada em 1881, em La Chaux- de-Fonds, Suíça, a empresa desenha, desenvolve, fabrica e distribui umas das dez marcas mais reconhecidas e respeitadas mundialmente. Desde relógios luxuosos suíços até modelos fashions acessíveis. Tem suas próprias marcas como Movado, Concord e EBEL, juntamente com as marcas licenciadas Coach, Hugo Boss, Juicy Couture, Lacoste, Tommy Hilfiger e Scuderia Ferrari. A distribuidora exclusiva dos produtos no país é a Vivara. Mariana Villela conversou com a revista Versatille e falou sobre sua carreira profissional, seus objetivos e como é trabalhar com marketing de produtos de luxo e joias.

 

VERSATILLE — Como é o seu trabalho na Movado Group?

MARIANA VILLELA — Meu trabalho é gerenciar todo o business local, juntamente com a Vivara, que é nosso distribuidor exclusivo no Brasil, desde a cadeia logística, inovações, projeção de vendas, até plano de marketing das sete marcas.

 

VERSATILLE  — Em  uma época de crise econômica no país, qual o principal desafio para quem trabalha com marketing de produtos de luxo e joias?

MARIANA — Digamos que todos os dias de manhã, acordo pensando em como vou gerar o desejo no consumidor brasileiro em comprar meus relógios. Acredito que, em época de crise, precisamos trabalhar muito bem nossas marcas e o apelo que cada uma tem, pois o consumidor não está viajando e sim gastando seu dinheiro aqui. As datas especiais e as comemorativas permanecem, precisamos somente ser lembrados nestes momentos fortes de “gift giving” através de propostas de produtos e ofertas interessantes para que o consumidor enxergue nosso valor agregado versus outra opção de presente. Principalmente num momento em que o dólar subiu tanto e não conseguimos acompanhar com o aumento do preço, muitas vezes com o valor 20% mais barato que nos EUA e com a facilidade do parcelamento.

 

VERSATILLE — Qual é a principal estratégia de marketing da Movado Group no Brasil?

MARIANA — Nossa principal estratégia é ganhar market share das nossas sete marcas e crescer juntamente com a Vivara. Hoje, consideramos a rede social como umas das principais ferramentas para construção de marca e lançamento de novos produtos, nos ajudando a direcionar vendas online. Usamos as redes sociais através de publipost, seeding com blogueiras e celebridades e mídia paga.

 

VERSATILLE — No que uma profissional, como você, precisa ficar atenta no mundo de hoje?

MARIANA — Nossa, são tantas coisas que acho que não saberia responder. Estou sempre atenta às tendências de mercado, hábitos e atitudes dos consumidores, que a cada geração se alteram e precisamos estar aptos a atendê-los com ferramentas inovadoras e produtos corretos. E sempre ligada na concorrência porque sempre aprendemos com eles.

 

VERSATILLE — Como é a sua rotina?

MARIANA — Minha rotina é uma loucura. Sou mãe de dois filhos, a Olivia, 7 anos, e o Antonio, 4, e trabalho no esquema home office/horário flexível. Somos em um time de três pessoas aqui no Brasil, um time enxuto e super multifuncional. Então não paro nunca. Hoje sou fã do exercício funcional, que pratico com personal trainer e ando de bike nos finais de semana. A cada bimestre, estou nos Estados Unidos, no headquarter da MGI, e uma vez por ano vou para Baselworld, feira de relógios e joias que acontece na Basileia, na Suíça.

 

VERSATILLE — Qual é a sua formação acadêmica? Está fazendo algum curso atualmente?

MARIANA — Sou formada em Administra- ção pela FAE Business School, de Curitiba. Acredito que Administração em si me deu uma maior flexibilidade na escolha da minha carreira. Eu acabei seguindo o curso da experiência profissional e menos acadêmica. Morei oito anos fora do Brasil, passando pela Kraft Foods, Reckitt Benckiser e Unilever e, quando retornei em 2008, segui minha carreira na Unilever, aqui no Brasil, e desde 2014 estou na MGI. Hoje não estou fazendo nenhum curso, mas pretendo em breve iniciar algo voltado a varejo e luxo.

 

VERSATILLE — Você sofreu influência de algum familiar ou de outras pessoas para seguir esse caminho profissional?

MARIANA — Sou filha de empreendedores e sempre fui influenciada a ter o próprio negócio, mas resolvi seguir o rumo corporativo, pois queria aprender com os outros e desbravar o mundo. Sou a única filha, de quatro filhos, que seguiu o rumo corporativo.

 

VERSATILLE — Onde você começou sua carreira e como foi esse início?

MARIANA — Comecei minha carreira na Kraft Foods, em Curitiba. Digamos que tive um começo de muitas dúvidas. Iniciei em finanças, mas logo me movimentei para marketing, área que sou apaixonada.

 

Clique nas imagens para ampliar

 

VERSATILLE — O que foi fundamental para você ter esse sucesso profissional? Quais qualidades pessoais foram decisivas?

MARIANA — Sou uma pessoa extremamente apaixonada pelo que faço e digamos que energia e praticidade não me faltam. Estou pronta para tudo em qualquer momento. E acredito que esta disposição, praticidade e paixão foram decisivas para o meu sucesso.

 

VERSATILLE — Uma carreira de sucesso também significa estresse. Como você lida com isso?

MARIANA — Sim, estresse faz parte. Eu aprendi a lidar com os meus filhos, aprendi a relaxar com eles. E uma taça de vinho.

 

VERSATILLE — Fora do trabalho, o que gosta de fazer?

MARIANA — Sou uma mãe dedicada. Sou divorciada há dois anos e meio. Fora do trabalho, curto bastante meus filhos e minha família.

 

VERSATILLE — Qual o estilo de leitura que você prefere?

MARIANA — Adoro ler romances bem melosos, mas no momento não estou lendo nada por falta de tempo.

 

VERSATILLE — Quem você admira e aponta como exemplo?

MARIANA — Minha mãe é meu maior exemplo, por tudo que ela me ensinou até agora. E por me ensinar a cada dia, que se nós não corremos atrás e não fazemos, ninguém faz por nós.

 

VERSATILLE — Torce por algum time? Gosta de esporte?

MARIANA — Gosto bastante de esportes, mas não sou fã de nenhum time.

 

VERSATILLE — Como você concilia a vida profissional com a pessoal?

MARIANA — Devido ao meu esquema de trabalho flexível, consigo conciliar super bem a vida pessoal com a vida profissional.

 

VERSATILLE — Qual é a sua meta profissional?

MARIANA — Minha meta hoje é expandir a MGI no Brasil e explorar todos os potenciais que ainda existem. Assim, poderei daqui a uns anos me orgulhar desta expansão e de todo o sucesso alcançado.

 

VERSATILLE — Que conselho você daria para alguém que vai iniciar uma carreira na sua área?

MARIANA — Não tenha medo e nem limites. No início de carreira, não seja exigente. Quem é bom saberá brilhar de qualquer jeito e o sucesso será uma mera consequência. Mariana Villela convida os leitores da Versatille a conhecerem o trabalho e produtos pelos sites: movado.com e vivara.com.br

 

Entrevista por Reynaldo Espindola Jr. | Fotos de Rodrigo Takeshi  | Matéria publicada na edição 95 da Revista Versatille