O Ano do Cachorro da Vacheron Constantin será puro luxo

Produtora suíça celebra o Ano Novo chinês com dois modelos para cobiçar imensamente

Já faz tempo que a expressão ‘vida de cão’ perdeu o sentido para designar momentos difíceis – afinal, há quem invista até em mansões para os cães hoje em dia. O animal é o próximo a ser celebrado no novo ano chinês, e a Vacheron Constantin não perde tempo em lembrar a data.

 

Vacheron-Constantin-Year-of-the-Dog-3

 

O Ano do Cachorro ganha vida em uma nova edição limitada da série Métiers d’Art. São dois modelos, um deles com o mostrador azul e platina com um cão em ouro branco, e o outro traz o animal em ouro rosa, com o mostrador vermelho e dourado. A decoração de ambos, com os detalhes encrustados, é feita à mão a partir de uma mistura de técnicas chinesas e suíça.

 

Vacheron-Constantin-Year-of-the-Dog-2

 

Além do simpático e mega-detalhado cão, o mostrador conta com quatro aberturas: uma para as horas, outra para os minutos e duas restantes para data e dias da semana. As complicações de movimento podem ser vistas todas por trás da caixa de 40mm, feita em cristal de safira. E dá pra levar o relógio para a piscina, já que ele é a prova d’agua e a resistência é de 30 metros.

Cada um dos modelos, que vem equipados com pulseiras de couro de crocodilo, terá apenas doze unidades produzidas. A Vacheron Constantin ainda não divulgou qual será o valor das peças da coleção que celebra o Ano do Cachorro do calendário chinês, mas espere pagar um preço entre US$ 100 mil e US$ 125 mil por cada um, baseado nos relógios do Ano do Galo.