A beleza (e o medo) de um mergulho em meio a centenas de água-vivas

Mergulhador americano registra em vídeo como são as profudenzas do Jellyfish Lake, em Palau

Você já viu aqui momentos que são belos, impressionantes e assustadores ao mesmo tempo. Mas nada comparado a essas cenas registradas por um mergulhador californiano.

 

 

Kien Lam escolheu Palau, uma pequena ilha no oceano Pacífico, para mais um de seus mergulho – mais especificamente o chamado Jellyfish Lake. O lago, porém, não tem esse nome a toa: a concentração de águas-vivas por lá é algo simplesmente assombroso.

 

O mergulhador explica que não é dificil ver os animais nadando, mas, à medida que você mergulha (ele chegou a uma profundidade de 12 metros), elas vão crescendo em números. “Aí, elas aparecem de todos os lados – quanto mais fundo você vai, menor a quantidade de luz, e isso deixa tudo ainda mais surreal”, disse Kien sobre a experiência.

 

água-viva

 

O americano, que é fotografo e cineasta, usou uma RX100 IV e uma GoPro Hero 3+ Black para os cliques e os vídeos, respectivamente. As imagens, inclusive, são belas e um pouco assustadoras, já que Kien aparece em meio a centenas de águas-vivas. Mas ele dá a deixa: “Caso você não tenha sacado, essas águas-vivas não queimam”.