Passado Presente: Hugues Chevalier

A marca francesa Hugues Chevalier produz elegante mobiliário contemporâneo   inspirado no art déco. A geometria e a simplicidade das linhas traduzem-se em materiais luxuosos   O art déco, movimento artístico surgido na Europa, na década de

A marca francesa Hugues Chevalier produz elegante mobiliário contemporâneo   inspirado no art déco. A geometria e a simplicidade das linhas traduzem-se em materiais luxuosos

 

O art déco, movimento artístico surgido na Europa, na década de 1920, “os anos loucos”, e que se estendeu até meados dos anos 1930, sobretudo nos Estados Unidos, abarcou variados segmentos culturais, entre os quais o design de mobiliário.

 

Diferentemente das do predecessor art nouveau, em que as formas da natureza eram exploradas, as peças déco tinham traços mais simples e geométricos, estabelecendo um estilo elegante e funcional. Ainda hoje o art déco influencia diversos designers e manufaturas. Uma das quais é a marca francesa Hugue Chevalier, que toma como ponto de partida tal estilo desde o final dos anos 1970, produzindo um mobiliário high end. O savoir-faire está nas coleções que apresentam materiais luxuosos e design sofisticado em móveis produzidos sob medida, feitos para atender a uma clientela exigente.

 

O grupo familiar BC Bertrand, fundado por Hubert Taïeb, comprou a Hugues Chevalier em 2013 e trouxe vida nova à marca. Taïeb passou a paixão pelo design e luxo aos dois filhos, Frédéric e Laurent. Juntos, eles estão à frente das marcas Bertrand Prestige e Hugues Chevalier.

 

Para manter o legado dessa marca vivo, os irmãos trouxeram uma nova equipe de designers — a mais recente coleção, de 2015, chama-se  Haussmann e tem design do Studio Telemaco, com a introdução da pureza do mármore. O mesmo estúdio criou, em 2014, a coleção Paris, na qual, pela primeira vez, o metal, com acabamentos variados, trouxe aos modelos modernidade bruta, exposta no Salão Internacional do Móvel, em Milão.

 

Há a determinação de levar esse design de origem francesa muito além de suas fronteiras, com ainauguração de showrooms em todo o mundo. Depois de Londres, Berlim, Bruxelas, Genebra, Chicago, Moscou, Beirute, Hong Kong e Wenzhou, na China, é a vez de Miami, Vancouver e Dakar neste ano. Há planos de fincar bandeira ainda em Cingapura, Xangai e Nova York.

 

Clique nas imagens para ampliar

 

Couros refinados, madeiras preciosas, belos detalhes e o fazer artesanal, empregados pela empresa, hoje, são uma espécie de homenagem ao trabalho de arquitetos e designers de interiores daquelas décadas do começo do século 20. Exemplos de peças icônicas da marca são os sofás Charleston e Dominique, e a poltrona Ying, que traduzem bem esse espírito. Ao combinar tradição com um estilo moderno, a Hugues Chevalier expandiu seu portfólio com a criação de novos móveis em coleções contemporâneas. Com a gama de opções para salas de estar e de jantar, quartos, escritórios, e as luminárias especiais e acessórios como espelhos e tapetes. Todos mesclam elementos tradicionais e modernos. Além de nas residências, podem ser encontrados, nos estabelecimentos comerciais, como a sede social da marca Cartier, em Paris, embaixadas e hotéis — caso do Matignon, na capital francesa, e do Sofitel de Bucareste.

 

A marca projeta as peças conforme solicitado, com a possibilidade de personalizar cada pormenor: do tipo de madeira a eventuais acabamentos laqueados, sem contar os detalhes cromados ou de bronze, e as diferentes opções de mármores, couros e tecidos. O acompanhamento aos clientes se dá desde a concepção até a conclusão dos projetos, seja na França, seja no exterior.

 

Quando o criador Hugues Chevalier lançou o primeiro sofá, em 1978, inspirou-se no art déco e colocou, na peça, a pró- pria marca. Tal escolha não refletia as tendências da época, mas logo o trabalho dele foi reconhecido pelo mercado devido à qualidade encontrada nesse mobiliário.

 

Ao reinventar a mobília déco naquele período, monsieur Chevalier talvez não imaginasse que sua grife se tornaria importante referência de mobiliário contemporâneo de luxo.

 

Decór por Bob Jr. | Matéria publicada na edição 94 da Revista Versatille