Patrona do audiovisual brasileiro leva prêmo da Montblanc

À frente da Associação Cultural Video Brasil, Solange Farks vence Prêmio Montblanc de Cultura

O compromisso da Montblanc com o universo artistico vai além de edições pra lá de caprichadas que celebram o legado de genios globais. A grife prestigiou Solange Farkas com o Prêmio Montblanc de Cultura por seu trabalho à frente da Associação Cultural Videobrasil.

 

O Festival Internacional de Arte Contemporânea Brasil Sesc-Videobrasil, principal festival de produção de videoarte no Hemisfério Sul e maior evento realizado pela instituição, levou Solange a ser contemplada com a premiação, que destaca a importância do patrocínio artístico em todo o mundo e reconhece anualmente patronos modernos em 17 países.

 

A edição 2017 do Prêmio Montblanc de la Culture Arts Patronage, a 26ª da história do evento, rendeu a Solange um prêmio de 15 mil euros para ser doado a um projeto cultural à sua escolha, além de uma caneta em edição limitada criada em homenagem a Scipione Borghese. Ela se une a um seleto grupo de nomes de peso do universo artístico contemplado pelo prêmio, como Quincy Jones, Yoko Ono, Renzo Piano e o Príncipe Charles.