A ‘Promessa Rosa’: conheça o diamante rosa de R$ 100 milhões

Antigo dono da pedra tomou decisão arriscada que poderia desvalorizá-la em milhões

Diamantes naturalmente têm preços elevados. Diamantes rosas, ainda mais. Mas um diamante rosa que entra na categoria mais elevada do padrão de cores da pedra, algo extremamente raro, só poderia ser vendido por alguns milhões – uma centena deles, no caso.

 

A filial de Hong Kong da casa de leilões Christie’s arrecadou US$ 31.861.000 – pouco mais de R$ 100 milhões – pelo Pink Promise, pedra descrita pelos vendedores como “o Picasso do universo dos diamantes rosas”. Mais que o valor e a beleza, a joia chama a atenção pela sua história, que tinha tudo para dar errado mas acabou se convertendo em um sucesso.

 

 

A pedra foi arrecada em 2013 por um gemologista com 16,21 quilates. O dono da joia, contudo, apostava que ela poderia alcançar uma categoria ainda mais alta no padrão de cores de diamantes rosas se a lapidasse de uma forma diferente para que a gema refletisse a luz de maneira melhor. Caso ele estivesse errado, contudo, poderia perder milhões de dólares com o ‘desperdício’ de quilates que seriam removidos durante o processo.

 

No fim, o diamante rosa foi reduzido a 14,93 quilates, mas acabou entrando para categoria denominada ‘rosa vívido’ na paleta de cores das gemas. Por conta da raridade de sua tonalidade, a Christie’s esperava vender a pedra – colocada em um anel de platina e rodeada por diamantes tradicionais – por algo entre US$ 28 milhões e US$ 42 milhões.

 

POST TAGS: