Rolex de Paul Newman quebra recorde de relógio mais caro do mundo

‘Mona Lisa dos relógios’ alcançou valor astronômico em leilão disputado

Cinquenta e sete milhões de reais – ou US$ 17,8 milhões no original. Esse foi a oferta pelo histórico Rolex Daytona de Paul Newman, considerado a ‘Mona Lisa’ do universo dos relógios. Com o preço, a peça quebra o recorde de relógio de pulso mais caro de todos os tempos.

 

O leilão realizado pela Phillips New York atraiu mais de 700 pessoas, sem contar ofertas pela Internet e telefone. O preço da peça, que foi dada ao ator por sua esposa Joanne Woodward e acabou imortalizada no filme Winning, começou em US$ 10 milhões e, em 12 minutos de ofertas ferrenhas, um vencedor anônimo foi declarado.

 

O Rolex Daytona de Paul Newman pertencia a James Cox, namorado de uma das filhas do ator à época da faculdade a quem Newman deu o relógio em 1984. Além do ar vintage e de sua relevância histórica, a raridade traz a inscrição “Drive Carefully Me” (“Dirija com Cuidado, Eu” em tradução livre), que foi gravada por Joane quando a deu de presente ao marido.

 

Cox revelou que doará uma parcela do dinheiro arrecadado com a venda à Fundação Paul Neweman, que dá apoio a diversas instituições de caridade. Antes do leilão, a oferta mais valiosa a um relógio em leilão havia sido de US$ 11 milhões a uma peça Patek Philippe.