Saiba quais são os países mais felizes (e mais tristes) do mundo

Publicado pela ONU, Estudo Mundial sobre a Felicidade mostra interessante panorama sobre qualidade vida ao redor do planeta

falling-benches-norway

Em que lugar do mundo as pessoas são mais felizes? A julgar pelos parâmetros da ONU, nos países em que a qualidade de vida é mais alta. O ranking divulgados nesse ano em resultado do Estudo Mundial Sobre a Felicidade dá um panorama sobre o bem-estar da população global.

 

Durante muito tempo, os rankings do tipo premiaram os países tropicais como os melhores para se viver. Indo por outro caminho, a ONU levou em conta outro fatores: PIB per capita, expectativa de vida saudável, apoio social (ter alguém em quem confiar em momentos difíceis), nível de corrupção no governo e nas empresas, liberdade social e generosidade (medida por doações filantrópicas).

 

Os critérios favoreceram os países nórdicos – Noruega, Dinamarca, Islândia dominam as primeiras posições. Por causa dos últimos escândalos políticos, o Brasil caiu cinco posições na lista, figurando agora na 22ª posição – o que mostra que, apesar de tudo, ainda somos um povo bastante feliz.

 

Por outro lado, países em guerra e nações mais pobres aparecem no extremo oposto do levantamento, como República Centro-Africana, Burundi, Tanzânia e Síria. Como metas de felicidade, a ONU visa acabar com a pobreza, reduzir as desigualdades e proteger o planeta.

 

Os países mais felizes

  • 1. Noruega
    2. Dinamarca
    3. Islândia
    4. Suíça
    5. Finlândia
    6. Holanda
    7. Canadá
    8. Nova Zelândia
    9. Austrália
    10. Suécia

 

Os países mais tristes

  • 1 – República Centro-Africana
    2 – Burundi
    3 – Tanzânia
    4 – Síria
    5 -Ruanda
    6 – Togo
    7 – Guiné
    8 – Libéria
    9 – Sudão do Sul
    10 – Iêmen