Seis dicas para melhorar a sua postura e conseguir sucesso profissional

Aprenda como usar a linguagem corporal a seu favor para conquistar o sucesso profissional

Amy Cuddy é professora da badalada Harvard Business School, nos Estados Unidos. Especialista em mercado de trabalho, ela ficou famosa em todo o mundo após dar dicas de postura em ambientes corporativos em uma palestra do TED. O vídeo foi visto mais de 11 milhões de vezes no Youtube.

 

 

Em 2015, a estudiosa lançou o livro Presence, no qual explica detalhadamente como a linguagem corporal pode ajudar pessoas a terem sucesso na profissão e até mesmo nos círculos sociais longe do escritório. Listamos seis dicas essenciais presentes da publicação.

 

Aquecimento
Atletas profissionais não se aquecem antes das partidas? Você deve fazer o mesmo antes de uma reunião ou entrevista de emprego. Amy Cuddy sugere fazer poses grandiosas diante do espelho, como estufar o peito e gesticular para as pessoas presentes. De acordo com ela, isso fará com que você se sinta poderoso e chegue com o cérebro “100% ligado) no momento decisivo.

 

Treino
Você quer ter um andar imponente? Então treine em casa. Seja no chuveiro, ao acordar, ou até mesmo no elevador. Seu corpo precisa se acostumar com poses grandiosas.

 

Boa postura
Peito aberto e costas retas. Em momentos mais tensos, mantenha-se firme, sem exageros. A dica vale tanto para momentos em que você está de pé como os que você está sentado.

 

Chegue mais cedo
Ok, isso você já sabe. A diferença é que Amy recomenda isso não por causa da pontualidade – e sim para que você se habitue com o ambiente. “Quando as pessoas chegarem, será como se elas estivessem chegando à sua casa”, diz a estudiosa.

 

Não fique com os braços livres…
Bem, as dicas para não gesticular são conhecidas por palestrantes. Agitar demais as mãos pode transparecer nervosismo. Por isso, de preferência, segure algum objeto, como um copo de água ou uma caneta, ou apoie as mãos na mesa.

 

… nem com os braços de pinguim
De acordo com Amy, quando ficamos nervosos, tendemos a gesticular em determinados momentos somente com os antebraços, tal como um pinguim. Por isso é importante tentar sempre que possível relaxar a musculatura.