Super Carros

COM TODAS AS ESCOLHAS JÁ NA ESTRADA, AS ATUAIS E AS QUE ESTÃO CHEGANDO, MANTER-SE ENTRE OS CARROS TOP 10 PODE SER COMPLICADO. AFINAL DE CONTAS, ELES SEMPRE MUDAM E EVOLUEM. CONFIRA!

COM TODAS AS ESCOLHAS JÁ NA ESTRADA, AS ATUAIS E AS QUE ESTÃO CHEGANDO, MANTER-SE ENTRE OS CARROS TOP 10 PODE SER COMPLICADO. AFINAL DE CONTAS, ELES SEMPRE MUDAM E EVOLUEM. CONFIRA!

 

LAMBORGHINI VENENO

US$ 4,5 MILHÕES – LAMBORGHINI VENENO
Veneno. Esse é o nome que a Lamborghini escolheu para o Aventator modificado construído para celebrar o 50o aniversário da fabricante. Não podemos falar pelas motivações da empresa, mas o nome é apropriado para um veículo que parece positivamente mortal, tão inegavelmente venenoso. O carro é absolutamente deslumbrante de qualquer ângulo, e até hoje não estamos convencidos de que não é uma nave espacial alienígena pesquisando nosso planeta para um eventual controle total. Ele simplesmente não parece real. A única coisa mais notável que a aparência é o preço — gritantes US$ 4,5 milhões. O Veneno é rápido, e isso não deveria ser surpresa. O motor V12 de 6,5 litros gira para cima até atingir 8.400 rpm para entregar 740 hp e 507 lb/ft levando o carro a 60 mph em 2,9 segundos.

 

KOENIGSEGG REGERA

US$ 2 MILHÕES – KOENIGSEGG REGERA
Quando pensamos em hipercarros híbridos, geralmente fantasiamos sobre a “santíssima trindade” — a MacLaren P1, Porsche 918 Spyder e Ferrari LaFerrari. De algum modo, a Koenigsegg é sempre deixada de lado, apesar do fato de a fabricante sueca produzir um veículo que ofusca sua competição eletrificada de muitas maneiras. Movido por um motor V8 turbo duplo de 5,0 litros e um pacote de bateria 4,5 kWh, o Regera de US$ 2 milhões produz excelentes 1.500 hp no total, uma afirmação ainda mais impressionante quando você considera o peso baixo do carro, de 3.240 libras (mais ou menos 1.600 kg). De zero a 60, em 2,8 segundos, é impressionante, com certeza, mas o sprint de 0 a 186 mph do Regera e, ainda, mais estonteante — o feito se alcança em apenas 10,9 segundos. Pelas estimativas internas da Koenigsegg, o carro será capaz de atingir a velocidade máxima de 248 mph em apenas 20 segundos mais ou menos, o que é um triunfo sobre a física tanto quanto um direito de gabar- -se. Por que apenas uma estimativa? Aparentemente, a marca não consegue encontrar uma estrada longa o bastante.

 

KOENIGSEGG CCXR TREVITA

US$ 4,8 MILHÕES – KOENIGSEGG CCXR TREVITA
A Koenigsegg faz a primeira aparição na lista de veículos mais caros do mundo com o CCXR Trevita. Por que tantas moedas? Sem exagero, o carro é literalmente revestido de diamantes… e diamantes não são baratos. Para o Trevita, a fabricante sueca desenvolveu novo acabamento externo chamado Koenigsegg Proprietary Diamond Weave, o que envolve revestimento de fibras de carbono com uma resina impregnada de pó de diamante. Embaixo do acabamento lustroso está um motor V8 de 4,8 litros, com uma potência total de 1.004 hp e 797 lb/ft de torque, o que significa que teria poucos problemas de ultrapassagem nas rodovias. As especificações do carro — tanto em performance quanto em preço — são quase cômicas nesse ponto, e apenas três já foram feitos.

 

BUGATTI CHIRON

US$ 2,5 MILHÕES – BUGATTI CHIRON

Com preço começando em US$2,5 milhões e um maravilhoso novo corpo, a divina Chiron supera sua predecessora em qualquer modo concebível. Enquanto a Bugatti Veyron redefiniu o que um automóvel podia fazer, a Chiron rir daqueles que dizem que a Veyron era a última do seu tipo, empurrando as fronteiras da performance ainda mais para a estratosfera. As monstruosas especificações do supercarro são tornadas possíveis pelo motor reformulado, quad-turbinado de 8,0 litros W16, que agora produz 1.500 hp e um monstruoso 1.180 lb/ft. Sessenta mph são resolvidas em muito rápidos 2.5 segundos a caminho da velocidade máxima da Chiron, limitada a 261 mph. Ainda não é o carro mais rápido do mundo — o título pertence a Hennessey Venom GT —, mas carros como esse não são apenas sobre velocidade. São sobre fazer declarações. Nós achamos que você concorda que essa Bugatti faz uma declaração muito forte, de fato.

 

W MOTORS LYKAN HYPERSPORT

US$ 3.4 MILHÕES – W MOTORS LYKAN HYPERSPORT

Você deve lembrar-se do Lykan Hypersport pelo papel de estrela no blockbuster Velozes e Furiosos 7, em que o supercarro libanês bateu e passou por não um nem dois mas por três arranha-céus em Dubai. Numa franquia repleta de exotismos de primeira e criações personalizadas únicas, o fato de o Hypersport ter ganhado tanto foco é um testamento ao seu magnetismo. Vamos começar com o estilo, que inclui faróis incrustado de joias, portas tesoura, e um interior tirado direto da ficção científica. Parece um carro blindado raivoso vindo do futuro, e a performance está bem de acordo com a própria imagem. O Hypersport ostenta um motor de 3.7 litros, duplo turbo flat-six que rende 770 hp e 708 lb/ft. Não é apenas Dominic Toretto que se beneficia desse nível de performance, no entanto, já que a força policial de Abu Dhabi incluiu o Hypersport no serviço de patrulha. Embora seja usado principalmente para fins de marketing e relações públicas, o arrojado carro deslumbrante assegura que as autoridades possam manter- -se em pé de igualdade com qualquer durão que tente fazer graça na rodovia. Com o pedal embaixo, 0 a 62 mph é a velocidade alcançada em apenas 2,8 segundos, e a velocidade máxima é um flagrante e amedrontador 240 mph.

 

FERRARI F60 AMÉRICA

US$ 2,5 MILHÕES – FERRARI F60 AMÉRICA

Para celebrar os 60 anos de mandato na América do Norte, a marca italiana construiu dez exemplares dessa deslumbrante bomba. Baseada na Berlinetta F12, a F60 é inegavelmente patriótica, já que usa o esquema de cores das estrelas e listras da bandeira americana nas inserções dos assentos e o clássico uniforme de corrida em todo o carro. Melhor ainda, você pode experimentar a glória da capota arriada, já que a F60 apresenta uma capota de tecido leve que pode ser operada em velocidades de até 75 mph. O supercarro é mecanicamente idêntico à F12, mas a Berlinetta não é exatamente um Fiat Panda, para começar. O motor V12 de 6,2 litros agita 740 gloriosos hps, o bastante para impulsionar o carro a 60 mph em apenas 3,1 segundos. O ultrarraro estandarte remete ao passado personalíssimo da Ferrari, porque a empresa construiu diversos carros esporte específicos de região nos anos 1950 e 1960.

 

KOENIGSEGG ONE 1

US$ 2 MILHÕES – KOENIGSEGG ONE: 1

Você pode comprar muita coisa com US$ 2 milhões — uma casa realmente legal, mais ou menos 80 Maxda MX-5’s, ou o “megacarro” sueco. Um pensador lógico poderia, provavelmente, pensar em um jeito melhor de gastar as economias da sua vida, mas megacarros não ligam a mínima para a lógica. Porque são mega. E, depois de ler do que o carro é capaz, US$ 2 milhões podem parecer realmente uma pechincha. A edição limitada One:1 baseia -se no Agera R, e ganhou o apelido poético por empregar a razão 1:1 quilograma-por-cavalo-força. O número de cada lado dos dois pontos? 1.340. Está certo, esse carro tem 1.340 hp, e pode, por isso, teoricamente, atingir 273 mph. Posto de maneira simples, esse é um dos automóveis mais rápidos já fabricados, e com seu núcleo colmeia estilo F-1, coletor de admissão de fibra de carbono e freios de cerâmica a ar, é um dos mais avançados, também. Apenas seis exemplares do sueco veloz foram construídos, e cada um foi vendido bem rápido.

 

FERRARI SERGIO PININFARINA

US$ 3 MILHÕES – FERRARI SERGIO PININFARINA

Com um preço fixado em US$ 3 milhões, a Ferrari Sergio não é o carro mais caro da nossa lista. É, no entanto, um dos mais desejados veículos do mundo, já que apenas seis foram fabricados pela legendária casa de design italiana Pininfarina. O Sergio é, essencialmente, uma Ferrari 458 Spider com um corpo e interior completamente novos. Isso quer dizer que um motor V8 de 4,5 litros manda gritantes 562 hp para as rodas traseiras. Como o Sergio é mais leve que a 458, é mais rápido e o manejo é melhor. O novo corpo não economiza só peso — está repleto de detalhes interessantes como apoios de cabeça aerodinâmicos que são construídos diretamente dentro da gaiola de proteção. Com tão poucos exemplares construídos, o processo de compra de um Sergio não foi tão simples como caminhar até uma loja Ferrari. Não, cada proprietário foi escolhido pelo fabricante, fazendo dele um dos raros veículos somente a convite na história do automobilismo.

 

PAGANI HUAYRA BC

US$ 2,6 MILHÕES – PAGANI HUAYRA BC

Com um motor V12 proveniente de AMG e o Top Gear legal de estrada mais rápido já visto, o Pagani Huayra é o melhor de todos. Afinal de contas, recebeu o nome do Deus Inca dos Ventos. Contudo, isso não foi bem o bastante para a Pagani. No Geneva Motor Show 2016, a Pagani debutou o Huayra BC, uma versão mais leve e quente que não faz prisioneiros. De primeira, você pode dizer que o BC está jogando um jogo diferente do Huayra standard. É equipado com um enorme spoiler traseiro ativo que gera 1.102 lb de força descendente a 155 mph, bem como uma faixa traseira maior, novas saias laterais, e um conjunto sexy de aeromimos. Apesar das adições, o BC é um peso pena de verdade, chegando na balança a insignificantes 2.654 libras (pouco mais de 1.200 kg) graças ao uso extensivo de fibra de carbono e outros materiais leves. O negócio todo vai custar tranquilos US$ 2,6 milhões (ou custaria, se todas as 20 unidades não tivessem sido vendidas), mas você leva claramente muito pelo seu dinheiro. Com seus 789 pôneis turbinados, o BC pode realmente viver à altura do seu nome divino.

 

BUGATTI VEYRON

US$ 3,4 MILHÕES – BUGATTI VEYRON
EDIÇÃO LIMITADA POR MANSORY VIVERE

Essa lista não estaria completa sem alguma versão do poderoso Bugatti Veyron. Estamos focando nosso refletor na edição Masonry Veyron aqui, porque é não só um dos carros mais rápidos do mundo mas, também, um dos mais caros. Aumentado pelos doutores feiticeiros alemães da Masonry, o Veyron de 1.200 hp arranca como o Grand Sport Vitesse Roadster, apenas para ser adornado com um lindo corpo de fibra de carbono, um novo pacote spoiler, luzes de LED melhoradas, uma cabine renovada, e uma grade dianteira redesenhada. Classificando mais ainda o Veyron como uma obra de arte, mapas de corridas históricas como a Targa Florio estão gravadas a laser no exterior e no interior. Ah!, sim, e pode fazer 254 mph.

 

MOTOR por | Marcelo OgawaMatéria publicada na edição 97 da Revista Versatille